24/02/2018

Coren-CE se une a Sindicato na luta pelos auxiliares

O Conselho Regional de Enfermagem do Ceará, mobilizado pelo Sindicato

O Conselho Regional de Enfermagem do Ceará, mobilizado pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado do Ceará (Sindsaúde – Ceará) entrou na luta pela permanência dos auxiliares de enfermagem nas unidades de saúde do Estado. Na noite de ontem (23/02) a presidente do Coren, Dra. Ana Paula Brandão, e representantes do Sindsaúde, dos profissionais e da Cooperativa de Atendimento Pré & Hospitalar (Coaph) participaram de reunião com o secretário de Saúde do Estado, Dr. Henrique Javi, e destacaram a necessidade da função desempenhada por estes profissionais.  

A presença de auxiliares de enfermagem cooperados nos hospitais estaduais cearenses ficou ameaçada após o Estado estabelecer convênio com a Coaph onde são previstas somente a contratação de técnicos de enfermagem e enfermeiros. Segundo o secretário Henrique Javi o modelo de edital é prudente diante da recomendação de estabelecer uma contratação mais técnica para os quadros da Enfermagem. A presidente do Coren-CE, portanto, ressaltou a lei do exercício da profissão, onde estão previstas a atuação das três formações: Auxiliares, técnicos e enfermeiros, cada um dentro de suas especificidades. “A lei caracteriza a função de cada um dentro da equipe de Enfermagem. Somos muito sensíveis a situação e sabemos da importância dos auxiliares no sistema de Saúde”, defendeu Ana Paula Brandão.

Já a presidente do Sindsaúde clamou solução diante do risco de desemprego aos mais de 150 profissionais que hoje atuam nos hospitais como auxiliares de enfermagem. “Somos cautelosos e não queremos que nenhuma instituição descumpra o que é constitucional, porém, estamos aqui para juntos pensarmos em alternativas que possam assegurar o amparo a estes trabalhadores que dedicaram suas vidas ao cuidado com o outro e hoje se veem sem perspectivas”, falou Marta Brandão solicitando ao secretário a oferta de cursos gratuitos de Técnico de Enfermagem para este público.

O secretário Henrique Javi se comprometeu em reunir representantes da Escola de Saúde Pública do Ceará, do Coren cearense e do Conselho Estadual de Educação para que juntos seja planejada a formação técnica dos trabalhadores auxiliares. Já o Núcleo Jurídico do Coren-CE irá atuar em conjunto com os setores jurídicos das entidades representativas da Enfermagem para que possam analisar medidas cabíveis na manutenção das vagas dos 150 profissionais.  




  • banner-edimensionamento-207x117
  • http://www.anjosdaenfermagem.org.br/