05/07/2018

NOTA DE REPÚDIO CONTRA MUDANÇAS NOS CUIDADOS EM HEMODIÁLISE

Lutamos por condições dignas. Para pacientes e profissionais. É por

Lutamos por condições dignas. Para pacientes e profissionais. É por isso que o Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (Coren/CE) se posiciona contrário e repudia a Portaria 1.675, do Ministério da Saúde, publicada no último dia 07 de junho, que afeta o dimensionamento de pessoal nos estabelecimentos de saúde habilitados como Atenção Especializada em DRC.

No que compete à enfermagem o documento altera o número de pacientes assistidos pelos profissionais de modo drástico e preocupante. Antes, cada enfermeiro(a) era responsável pela assistência de 35 pacientes em hemodiálise por turno, agora terão que assistir a 50 pacientes por turno. O número de pacientes por técnico(a) de enfermagem também foi alterado. Antes eram 4, agora serão 6 pacientes por turno. 

A mudança imposta pelo Ministério da Saúde é um retrocesso na política de cuidados aos pacientes com Doença Renal Crônica e vai de encontro, também, com todos os nossos esforços em estabelecermos um dimensionamento de pessoal de enfermagem correto: assegurando qualidade ao serviço desenvolvido pelo profissional e à assistência que o paciente necessita.

Assim sendo, não concordamos com a mudança anunciada e solicitamos das autoridades competentes a responsabilidade de rever o ato cruel cometido contra a saúde dos pacientes dialíticos.




  • banner-edimensionamento-207x117
  • http://www.anjosdaenfermagem.org.br/