29/11/2021

Desagravo Público é realizado em frente ao Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza

Em ato, o Coren-CE desagravou a enfermeira Raíssa Guedes, agredida por uma acompanhante durante plantão no Hospital

O Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (Coren-CE) realizou, na manhã de hoje (29/11), ato de desagravo público em frente ao Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza. Durante a ação, o Coren-CE desagravou a enfermeira Joana Raíssa Guedes Barreto, vítima de agressão física por parte de uma mãe que cometeu o delito no último dia 31 de outubro, enquanto acompanhava o filho internado no hospital.

 No ato, a presidente do Coren-CE, Ana Paula Brandão, destacou a coragem da enfermeira em denunciar o caso e cobrou das autoridades judiciais o andamento do processo. “Quando um profissional é agredido, toda a Enfermagem é atingida. Nós não iremos nos calar e seguiremos juntos em todas as esferas. A enfermagem precisa ser respeitada”, finalizou a presidente.

O desagravo público contou com a participação de profissionais do hospital, a população usuária e representantes do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado do Ceará (Sindsaúde).

 

:: Entenda o caso

Durante plantão dominical, em uma enfermaria do Hospital Infantil Albert Sabin, a enfermeira Joana Raíssa Guedes Barreto sofreu uma tentativa de esganadura, por parte de uma mãe de criança internada, ao solicitar o silêncio noturno necessário ao sono das demais crianças que também eram internas da unidade.

O caso foi encaminhado para delegacia que comprovou a agressão com base no resultado do exame de corpo delito e agora aguarda julgamento pelo Poder Judiciário.




  • https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd_UTZBDglkMU4H7r0jErSSWo6o3YSZ4O4AT_5RHD5Xa1vTdw/viewform?vc=0&c=0&w=1
  • banner-edimensionamento-207x117